jusbrasil.com.br
23 de Janeiro de 2019

Garantidos saldo de salários e mais 30 dias de plano de saúde a trabalhadores com aviso prévio em fornecedora da General Motors

Danielli Xavier Freitas, Advogado
há 4 anos

O saldo de salários relativo ao mês de junho e a cobertura do plano de saúde por mais 30 dias estão garantidos aos empregados da Indústria de Produtos Automotivos RGS Ltda. (Ipa) que tiveram suas despedidas anunciadas na semana passada devido ao rompimento de contrato entre a empresa e a Continental. Ambas as companhias são prestadoras de serviços da General Motors em Gravataí, região metropolitana de Porto Alegre. Os avanços foram obtidos após negociação entre a Ipa e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias, Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Gravataí. O encontro ocorreu na tarde desta terça-feira (7/7), na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS), em Porto Alegre, e foi mediado pela vice-presidente do Tribunal, desembargadora Ana Luiza Heineck Kruse, no exercício da presidência da Seção de Dissídios Coletivos. Como representante do Ministério Público do Trabalho, esteve presente a procuradora-regional Beatriz Junqueira Fialho.

Na última sexta-feira (3/7), a desembargadora Ana Luiza concedeu liminar suspendendo as 110 rescisões anunciadas pela empresa, até que houvesse negociação entre as partes para minimizar o impacto da despedida em massa. Na mesma decisão, a magistrada agendou reunião de negociação para esta terça-feira.

Durante o encontro, os representantes da Ipa informaram que o número correto de empregados que poderiam ser despedidos é 90, sendo que, destes, 16 já foram aproveitados em outras funções e dois terão suas rescisões revertidas por gozarem de garantia no emprego. Então, a discussão girou em torno dos 72 empregados restantes.

Para estes, a empresa garantiu o pagamento do saldo de salários do mês de junho (a data da rescisão é 25/6) e a extensão da cobertura do plano de saúde por mais 30 dias após o término do contrato. Na próxima terça-feira (14/7), nova reunião será realizada, desta vez com a presença dos representantes da empresa Continental. Os objetivos do novo encontro serão a definição dos critérios para despedida dos empregados, a possibilidade de aproveitamento de parte dos trabalhadores em outras funções nas duas empresas ou, ainda, a priorização na contratação em um segundo momento, quando as empresas voltarem a admitir empregados.

Acesse aqui a ata da mediação.

Fonte: Texto: Juliano Machado. Foto: Inácio do Canto (Secom/TRT4)


Fonte: http://www.trt4.jus.br/portal/portal/trt4/comunicacao/noticia/info/NoticiaWindow?cod=1154083&act...

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)